Conecte-se com a gente

Marketing

Por que chatbot é a próxima revolução no marketing e nas vendas

Chatbot

Imagine a seguinte situação: seu futuro cliente está jogado no sofá, num sábado à noite e está chovendo muito. Ele decide comer algo. Com o celular em mãos, ele procura um aplicativo para pedir comida, mas não possui nenhum. Então ele encontra duas opções: a primeira é baixar um novo aplicativo para pedir sua comida. Ele precisará baixar e instalar um aplicativo, cadastrar-se, aceitar os termos da empresa e, aí sim, poderá começar a procurar a comida perfeita para aquele sábado.

Ou ele pode utilizar a segunda opção: acessar seu aplicativo de mensagem favorito, procurar pela empresa que deseja solicitar a comida sem ter que baixar, instalar nem cadastrar nada. E, tudo isso, da forma mais simples: pela interface que você já utiliza todos os dias.

Mas, o que é chatbot?

Basicamente, são softwares que funcionam dentro de aplicativos de mensagem já existentes, como Messenger, WhatsApp, Telegram, SMS e outros. Os chatbots são baseados em regras ou em inteligência artificial. Um chatbot baseado em regras são limitados em palavras pré-definidas, e seguem um fluxo de informações também pré-definido.

Um chatbot que utiliza inteligência artificial, por outro lado, tem a capacidade de aprender e melhorar o diálogo com o passar do tempo. Isso porque ele utiliza o banco de dados das conversas para se tornar mais inteligente e parecido com o homem.

Então os chatbots vão dominar o mundo e eu vou perder meu emprego?

Calma! Não é bem assim. Lembre-se da famosa frase que correu os anos 60 “Machines should work; People should think”. Por mais que muita coisa possa ser resolvida por um chatbot, outras ainda não podem.

Eles conseguem, por exemplo, informar quanto você gastou em pizza no mês passado. Porém, não informam com precisão porque duplicaram a cobrança de uma mesma compra em seu cartão. Mesmo assim, ainda podem te indicar alguém (humano!) que consiga ajudar a solucionar o problema.

O que minha empresa ganha com tudo isso?

Você já teve qualquer problema com algum serviço às 19h de quinta-feira, pré-feriadão, e precisou entrar em contato com a empresa, mas todos os funcionários já haviam saído? Ou precisou de uma ajuda durante o horário de trabalho em algo que era de extrema urgência, mas levou quase uma hora para conseguir conversar com o atendente que levou apenas dois minutos para solucionar seu problema? São situações assim que fazem com que os clientes troquem de empresa prestadora de serviço e ainda façam uma enorme reclamação sobre a falta de atendimento da sua empresa. Isso pode gerar muita dor de cabeça e, o pior de tudo: perda de clientes.

Utilizar os chatbot em sua empresa, auxilia na automação do atendimento e filtra os casos realmente importantes para atendimento pessoal. Quantas ligações seriam evitadas se as companhias de internet utilizassem o chatbot e conduzissem o cliente para reiniciar o modem? Esse tempo poderia ser gasto com casos que realmente precisam de um técnico. Estes são pequenos exemplos da imensidão de vantagens relacionadas à automação de atendimento que a utilização de chatbot pode trazer para sua empresa.

Quero um chatbot na minha empresa hoje mesmo!

Isso é muito bom! Mas você precisa entender algumas coisas antes para não sair por aí criando chatbot e prejudicar a estratégia de sucesso dos clientes de sua empresa.

Primeiro, é necessário que você, acompanhado de sua agência de marketing digital ou consultoria de produtividade, avaliem suas estratégias. Juntos, estudem como será a utilização do chatbot durante o período pré-determinado. É extremamente importante que você responda essa pergunta: por que as pessoas utilizariam meu chatbot?

Pense naquele funil de vendas, imagine seu cliente percorrendo cada um dos passos até chegar ao momento da compra ou até o momento em que alguém ligará para ele para fechar o negócio. Imagine-se conversando com ele em cada um desses passos. Agora, crie o fluxo de mensagens necessário para conduzir o cliente até o clique final.

Mas, tome muito cuidado com a forma que ‘você’ conversará com ele. Imagine que suas frases serão lidas e interpretadas por alguém que imaginará o tom de voz que você está utilizando. Para ter um fluxo de mensagens mais assertivo, é importante que você tenha as personas bem estruturadas e seus fluxos sejam baseados nelas.

Rumo ao sucesso!

Depois de implementadas as estratégias de marketing e ter pensado as melhores funcionalidades e utilidades do seu chatbot, chegou a hora de divulgar essa nova ferramenta para seu público. Monitore o funcionamento do seu chatbot e faça quantas correções forem necessárias para melhorar o atendimento ao cliente.

Assine nossa newsletter semanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fluxo de cadência: saiba o que é como estruturá-lo em vendas! Fluxo de cadência: saiba o que é como estruturá-lo em vendas!

Fluxo de cadência: saiba o que é como estruturá-lo em vendas!

Vendas

Scrum: saiba como utilizá-lo para elevar as entregas da agência! Scrum: saiba como utilizá-lo para elevar as entregas da agência!

Scrum: saiba como utilizá-lo para elevar as entregas da agência!

Processos

Clientes recorrentes: confira estratégias e dicas de como fidelizá-los Clientes recorrentes: confira estratégias e dicas de como fidelizá-los

Clientes recorrentes: confira estratégias e dicas de como fidelizá-los

Vendas

Você sabe como a LGPD vai impactar o trabalho da sua agência? Você sabe como a LGPD vai impactar o trabalho da sua agência?

Você sabe como a LGPD vai impactar o trabalho da sua agência?

Agência digital

Anúncio
Conectar
Assine nossa newsletter semanal