Conecte-se com a gente

Gestão

ERP e CRM: O que são essas siglas?

Sabemos que a transformação digital impactou as nossas vidas em todos os âmbitos. E quando pensamos nas inovações implementadas nas indústrias, podemos considerar as ferramentas de gestão uma unanimidade em todos os setores que conseguimos imaginar. Mas você sabe como funciona um software de gestão? E em caso positivo, sabe quais são as diferenças entre um ERP e um CRM?

É nesse contexto de necessidade de inovação na gestão que surgem e se desenvolvem ferramentas como o ERP e o CRM. Ambas são sistemas responsáveis por integrar dados e introduzir automações para tarefas burocráticas e desgastantes. Contudo, existe uma série de diferenças entre ambos.

Tanto um ERP quanto um CRM são instrumentos de gestão e portanto, buscam automatizar processos burocráticos e gerar inteligência de negócio com os dados registrados. Tá ok, mas qual a diferença entre eles, então?

COMO FUNCIONA UM ERP?

Essa é a sigla para Enterprise Resource Planning, ou em tradução livre, o Planejamento de Recursos Empresariais. Ou seja, esse software busca estruturar os recursos da empresa de uma maneira otimizada em cada área de funcionamento da empresa, elaborando o planejamento integrado entre os setores empresariais (Contabilidade, RH, Comercial, entre outros).

Normalmente o ERP divide esses setores em módulos. E dentro de cada um desses módulos, você tem acesso a soluções específicas para aquele departamento, como Folha de Pagamento e Contas a Pagar.

O ERP busca oferecer respostas para todos os departamentos de uma empresa, e por tal razão, as vezes não oferece soluções tão aprofundadas dentro de cada segmento. E é nessa conjuntura que surgem os softwares de CRM’s.

O QUE FAZ UM CRM?

A sigla CRM quer dizer Customer Relationship Management, em português Gestão do Relacionamento com o Cliente. Ou seja, o objetivo maior de utilizar essa ferramenta é o foco na otimização da relação com o cliente.

Os recursos disponíveis em um CRM são voltados majoritariamente para estruturar, catalogar e oferecer melhorias na relação da equipe comercial com os clientes da empresa. E conforme entendemos as mudanças no comportamento do consumidor, a importância desse tipo de processo é cada vez mais inquestionável.

Poder controlar o avanço dos leads no funil de vendas, registrar todos os pontos de contatos com esses leads, gerar relatórios e contratos, além de cadastrar as preferências e observações que podem ser utilizadas posteriormente na manutenção da relação com os compradores, faz com que a empresa possa agregar ainda mais valor na entrega a todos os seus clientes.

O MELHOR DOS DOIS MUNDOS

O propósito de toda e qualquer empresa é atingir a rentabilidade, ou seja, gerar lucro. Sim, você também pode querer impactar um grupo social positivamente, proteger o meio ambiente ou então construir uma escola. Mas você quer fazer isso de uma maneira que o seu negócio tenha bastante lucro, certo?

E no momento em que vivemos, o consumidor cada vez mais tem voz ativa e grande impacto nas empresas, na maneira que elas atuam e, consequentemente, em quanto elas arrecadam. Por tal motivo, conseguir compilar a maior quantidade de dados sobre os consumidores do seu produto/serviço e utilizá-lo a favor do relacionamento com o seu cliente é imprescindível.

Portanto, integrar um CRM a um ERP é um passo muito importante a ser tomado pelas empresas que buscam ganhar tempo e dinheiro. Visto que, a soma do uso dos dois softwares, proporcionará não só uma melhoria em relação às vendas (CRM), mas também ao processos internos da empresa que muitas vezes travam frente à falta de comunicação e/ou lentidão dos processos manuais. O que pode ser evitado com o uso do ERP.

Ou seja, se você está em 2019 (ou qualquer ano após esse) e busca desenvolver a sua empresa de forma escalável, não há dúvida que o caminho mais assertivo para atingir o seu objetivo é através da automatização dos processos empresariais e uso dos dados a favor da construção e manutenção do relacionamento com seus clientes.

Assine nossa newsletter semanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Marketing

Planejamento estratégico: como as empresas modernas estão fazendo Planejamento estratégico: como as empresas modernas estão fazendo

Planejamento estratégico: como as empresas modernas estão fazendo

Gestão

Por que implantar uma API de telefonia digital na sua ferramenta? Por que implantar uma API de telefonia digital na sua ferramenta?

Por que implantar uma API de telefonia digital na sua ferramenta?

Ferramentas digitais

Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas

Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas

Ferramentas digitais

Anúncio
Conectar
Assine nossa newsletter semanal