Conecte-se com a gente

Marketing

Growth Marketing: conheça a estratégia que vai acelerar o crescimento do seu negócio

Growth Marketing

A mídia paga já não é tão eficiente para o crescimento da sua marca. Para levar seu produto ou serviço a outros públicos, você deve conhecer o conceito de Growth Marketing!

Há algum tempo atrás, quando a presença digital não costumava ser prioridade, o uso de estratégias de marketing em mídias pagas era suficiente para o aumento da receita. Campanhas de display ou de palavras-chave, por exemplo, eram garantia de sucesso antes da atual realidade de democratização do acesso a estas e diversas outras ferramentas.

Com o crescimento da concorrência no ambiente online e, consequentemente, os altos lances e custos elevados de veiculação, empresas e agências agora precisam se reinventar. A saída está no Growth Marketing. Neste post, você vai entender melhor como usar esse conceito para acelerar o crescimento do seu negócio. Confira!

O que é Growth Marketing e sua abordagem experimental

O conceito de Growth Marketing se popularizou com a multiplicação das startups de tecnologia em todo o mundo. Ao receberem incentivos de aceleradoras e fundos de investimentos, sua contrapartida, em médio e longo prazo, é entregar resultados. Nesse toma-lá-dá-cá, os esforços para o crescimento devem ser difusos e contínuos.

O Growth Marketing procura criar um sistema que encontra oportunidades em todo o funil de vendas — não só em uma fase. Você deve entender desde o comportamento dos seus visitantes até a relação dos seus clientes com sua marca. Nesse contexto, conhecer seu produto ou serviço a fundo será fundamental para desenvolver estratégias.

Para isso, o Growth Marketing não deve ser visto como uma mera técnica ou metodologia, mas como um processo de negócios. Todo o seu mindset deve ser voltado a uma abordagem experimental que promova testes, avaliações e validações constantes. É como se seu negócio fosse sempre beta, em busca constante de melhores resultados.

Entre outros motivos para imprimir uma abordagem experimental no seu negócio, estão:

  • Fazer com que você persiga resultados amplos.
  • Ajudar você a melhorar sua intuição ao longo do tempo.
  • Criar uma verdadeira fonte de conhecimento profundo do seu negócio.

Qual a diferença entre Growth Marketing e Growth Hacking

Essa abordagem experimental de que falamos anteriormente é uma das características herdadas do Growth Hacking, conceito cuja principal diferença está na pontualidade das ações. Enquanto o Growth Marketing trabalha no crescimento de toda a operação, o Growth Hacking identifica pequenos atalhos que geram resultados fragmentados, em partes dela.

Um bom exemplo disso é a aplicação de testes A/B em páginas de vendas. Na tentativa de aumentar as conversões, você lança uma hipótese para alcançar esse objetivo, como uma mudança no texto do CTA. Para testar sua efetividade, você mantém as duas versões no ar, dividindo o tráfego. No Growth Marketing, esta técnica é elevada a níveis mais altos.

Na estratégia de retenção, por exemplo, o Growth Marketing pode oferecer recompensas aos clientes que recomendarem seu produto ou serviço, como veremos mais adiante. Assim, você gera um novo canal de aquisição. Em outras palavras, enquanto o Growth Hacking costuma melhorar as conversões, o Growth Marketing escala os resultados.

Como é o processo de Growth Marketing

Outra característica proveniente do Growth Hacking é a orientação por dados. Ainda que as hipóteses que você formular sejam baseadas na sua intuição, é por meio da coleta e análise de dados que elas serão validadas. A grande vantagem disso é que o desempenho dos canais digitais pode ser muito melhor mensurado do que os canais tradicionais.

Uma das chaves para o desenvolvimento da sua estratégia de Growth Marketing é a aplicação de testes de alta velocidade. Eles exigem o envolvimento de um grupo ou equipe para colocar em prática diversos experimentos ao mesmo tempo. A ideia é obter o máximo de insights possíveis para criar um processo de experimentação recorrente.

O primeiro passo desse processo é estabelecer de uma a três métricas-chave que deverão permear todo o funil de vendas (sempre que possível, claro). Veja este exemplo:

  • Topo do funil: número de visitantes do site.
  • Meio de funil: taxa de conversão de vendas.
  • Fundo de funil: índice de churn após 6 meses.

Com as métricas definidas, as etapas para realizar seus testes de alta velocidade podem ser divididas da seguinte forma:

  1. Defina um objetivo (X experimentos por semana).
  2. Faça um brainstorming para criar hipóteses.
  3. Priorize as ideias de acordo com o resultado esperado.
  4. Implemente seus experimentos para testar as hipóteses.
  5. Mensure os resultados antes, durante e depois do processo.
  6. Mantenha tudo o que foi bom e elimine o que foi fuim.

O registro de processos é uma tática essencial para você ter controle sobre os seus experimentos. Isso pode ser feito de forma fácil a partir de uma planilha simples.

HipóteseExperimentoPeríodoResponsável
A conversão de leads em clientes está baixa devido à abordagem dos profissionais de Customer SuccessTestar um script de vendas alternativo17-21 de setembroGerente de Customer Success

Características de um profissional de GM

Ainda que o Growth Marketing deva ser preferencialmente a espinha dorsal do seu negócio, o ideal é contratar um profissional que conduza esse mindset dentro da sua empresa ou da sua agência. Por ser uma profissão desenvolvida de forma muito mais empírica que acadêmica, você precisa considerar, primeiramente, a experiência do profissional.

Um bom profissional de Growth Marketing precisa ser multitarefa e apresentar conhecimentos sobre diversas disciplinas importantes para a operação de qualquer negócio, tais como:

  • Produto: saber como operar seu produto ou serviço tal como o cliente.
  • Engenharia: entender como ocorre o desenvolvimento dos processos.
  • Design: estabelecer críticas acerca da experiência do usuário.
  • Marketing: compreender o público-alvo e o segmento de atuação.

Exemplos clássicos de Growth Marketing

Coloque-se no papel de usuário e tente imaginar o que Airbnb, Dropbox e Uber têm em comum. Todos eles incentivam que seus usuários se tornem propagadores da marca por meio de códigos e cupons que concedem recompensas. No Airbnb, por exemplo, caso a indicação se converta, o usuário ganha créditos para usar em suas próprias reservas.

Growth Marketing: conheça a estratégia que vai acelerar o crescimento do seu negócio

Caso você e sua equipe tenham dificuldade em levantar hipóteses pertinentes o suficiente para conduzir experimentos satisfatórios, uma boa dica é aplicar o Design Thinking. Aproveite e descubra como essa metodologia identifica problemas e sugere soluções baseadas na experiência do cliente com sua marca!

Assine nossa newsletter semanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y

Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y

Ferramentas digitais

O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos

O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos

Marketing

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Marketing

Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas

Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas

Ferramentas digitais

Anúncio
Conectar
Assine nossa newsletter semanal