Conecte-se com a gente

Marketing

Marketing visual: a influência das imagens na tomada de decisão

Marketing visual

Histórias geram emoções capazes de estimular nossas decisões. Descubra como as marcas usam o marketing visual para criar imagens que vendem!

Estamos o tempo todo criando, contando e ouvindo histórias. Algumas banais, outras meramente interessantes. Mas há aquelas que nos marcam por serem engraçadas, improváveis, surpreendentes — ou porque aprendemos algo. Como não nos esquecemos delas? Além de únicas e originais, essas histórias nos despertam alguma emoção

É por entender que as emoções levam a atitudes e comportamentos que as marcas se apropriam das técnicas de storytelling. No marketing visual, por exemplo, a tomada de decisão começa a ser incentivada muito antes do consumidor se deparar com a oferta. Quer saber como? Continue acompanhando essa jornada!

A relação entre a mensagem e sua forma

Em certa medida, nossa comunicação não está tão distante daquela do homem das cavernas. Ou você nunca se pegou desenhando algo para alguém entender sua ideia? Pois é. Se considerarmos que a linguagem visual precede historicamente a linguagem verbal, conseguimos compreender por que conteúdos baseados em imagem são universais.

Ainda que a humanidade e suas linguagens tenham se desenvolvido, o cerne da nossa comunicação ainda se baseia na harmonia entre forma e conteúdo. Portanto, o marketing visual trabalha para criar uma combinação perfeita entre esses dois fatores.

É importante mencionar, porém, que esse visual representa muito mais que ilustrações, fotografias e vetores propriamente ditos. Textos escritos também são imagens. A estrutura deste artigo, por exemplo, foi desenhada para tornar sua leitura mais agradável.

O marketing por trás da tomada de decisão visual

O conceito de marketing visual se baseia em três pontos-chave:

  • atrair a atenção de maneira única e surpreendente;
  • facilitar a interpretação da mensagem pelo público;
  • despertar uma emoção que leve a uma atitude.

A atitude ideal seria a compra de um produto ou a contratação de um serviço, certo? Não exatamente. A foto daquela sobremesa no feed do Instagram pode até gerar vendas pontuais, mas o ideal é que essa influência se sustente para além da fase de decisão.

Portanto, o segredo é evitar a ansiedade e entender que uma boa estratégia de marketing visual considera as diversas fases da jornada de compra do consumidor. Logo, antes escolher sua marca, o consumidor precisa se identificar e se relacionar com ela.

Os melhores canais para imagens atraentes

Criamos uma personagem e uma história fictícias para você entender a estratégia adaptada aos canais digitais. Mariana tem 26 anos e mora em Florianópolis. Como gosta de pegar uma praia sempre que pode, ela sofre para manter seus cabelos hidratados. Por isso, ela está em busca de uma solução que poupe tempo e dinheiro.

Veja como o marketing visual interfere na trajetória dela por alguns dos principais canais, desde a fase de reconhecimento do problema até a decisão de compra.

Buscadores

Mariana jogou no Google como hidratar meus cabelos. Logo entre os primeiros resultados, ela encontrou fotos do antes de depois de algumas atrizes. Ao clicar sobre uma das imagens, ela foi direcionada ao Facebook de uma marca de produtos para cabelos.

Redes sociais

Ao visitar a página do Facebook da marca, além de fotos de diversas outras famosas, Mariana encontrou uma série de conteúdos interessantes. Um deles sugeria um passo a passo para hidratar os cabelos em casa — justo o que ela estava precisando.

Blog

O artigo, publicado no blog da marca em questão, apresentava 10 passos simples para hidratar os cabelos. As dicas terminavam com um vídeo em que a mesma atriz vista no Google indicava a Mariana o produto usado durante o processo.

E-commerce

Ao fim do vídeo, havia um link diretamente para a página do produto no e-commerce da marca, cuja experiênciaainda incluía várias fotos do produto e de outras consumidoras. Mariana, que já estava mais do que convencida, acabou adquirindo o produto.

As principais estatísticas do marketing visual

Acompanhe, através dos dados, o poder de influência das imagens na tomada de decisão em cada um dos canais que Mariana visitou. Estas estatísticas estão compiladas no blog da CrowdRiff, uma plataforma de marketing visual canadense focada no mercado de turismo:

  • Nos buscadores, 60% dos usuários confiam em empresas que apresentam imagens nos resultados de pesquisa.
  • Nas redes sociais, usuários do Instagram são 70% mais propensos a comprar um produto online.
  • No marketing de conteúdo, artigos e materiais ricos com imagens relevantes têm 94% mais visualizações.
  • No e-commerce, 63% dos usuários dizem que as imagens de produto são mais importantes do que a descrição.

As marcas que aplicam a estratégia com sucesso

Algumas marcas conquistaram grandes resultados a partir das estratégias de marketing visual em cada um dos canais visitados por Mariana. Confira alguns cases.

Google e o cemitério que consegue usar o humor como marketing

Devido a uma necessidade pontual, certos serviços têm uma jornada de compra reduzida. Isso não impediu o Cemitério Jardim da Ressurreição, de Teresina, no Piauí, usar o humor como estratégia de marketing visual. Ao gerar mídia espontânea e contribuir para o ranqueamento no Google, o novo posicionamento de marca triplicou as vendas.

Marketing visual: a influência das imagens na tomada de decisão

Instagram e o feed alimentado por seguidores

Uma boa experiência não apenas gera identificação, mas também coloca o consumidor como protagonista da marca. Na Buffer, plataforma global de gestão de redes sociais, o perfil do Instagram é completamente alimentado por conteúdos gerados pelos seguidores. Essa estratégia de marketing visual reduziu custos e aumentou o engajamento da marca.

Marketing visual: a influência das imagens na tomada de decisão

Ruffles e o saco de ar no pacote

“Gostaria de informar que o saco de ar que vocês vendem está vindo com algumas batatas dentro”. Esta foi uma das mensagens que a Ruffles recebeu nas redes sociais. Aplicando conceitos de gestão de crise e marketing visual, a marca deu a volta por cima e atiçou a curiosidade do público usando um formato de conteúdo comum em inbound: o infográfico.

Marketing visual: a influência das imagens na tomada de decisão

Enjoei e o tutorial de fotos que vendem

Enjoei é conhecido por sua linguagem irreverente voltada ao público jovem, cheia de elementos da cultura pop. Como forma de otimizar e gamificar a publicação de produtos no e-commerce, a estratégia de marketing visual resolveu literalmente desenhar. O resultado foi um vídeo que ensina de forma didática e humorada como fazer as melhores fotos. Os usuários que seguem as boas práticas são reconhecidos com as chamadas honrarias.

Percebeu como se inspirar nas estratégias de marketing visual de outras marcas pode ajudar a traçar a sua? Veja como encontrar oportunidades para sua empresa ou agência usando o benchmarking digital!

Assine nossa newsletter semanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y

Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y

Ferramentas digitais

O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos

O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos

Marketing

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Marketing

Conheça a Sower, agência de growth marketing que nasceu do Clint Hub Conheça a Sower, agência de growth marketing que nasceu do Clint Hub

Conheça a Sower, agência de growth marketing que nasceu do Clint Hub

Prestadores de serviços digitais

Anúncio
Conectar
Assine nossa newsletter semanal