Conecte-se com a gente

Agência digital

Ações práticas para redução de custos nas agências

Redução de custos

Hoje estou aqui para falar sobre o tema: Ações práticas para redução de custos nas agências, impactos jurídicos e fiscais. Assunto esse que tive o prazer de debater em uma live com o André Bernert, CEO da Clint.Digital. 

Sou José Vitor Lopes e Silva, mas pode me chamar de Zé. Advogado na Lopes & Philippi Advogados, também presto consultorias para empresas de tecnologia e comunicação. 

Continue sua leitura e descubra o que pode e não pode ser feito… E exemplos de quando usar a frase “Se quéix, quéix, se não quéix, diz” como nato manezinho de Florianópolis que sou. : )

Inicie a redução de custos com sensatez 

Exemplo prático de redução de custos em agências com sensatez: Vamos cortar o café? NÃO!

Análise o que não está trazendo resultados. Faça uma lista por ordem de prioridade. O que estiver nessa lista e não possuir risco de multas e penalidades contratuais, corte sem medo. “Se quéix, quéix, se não quéix, diz”. Quando as coisas melhorarem você contrata novamente. Lembre-se de prestar atenção em tudo que não está trazendo resultados. Darei alguns exemplos de redução de custos a seguir…

Para você que paga o aluguel de uma sala comercial, e quaisquer outros contratos, primeiro de tudo: converse com o responsável. Não deixe chegar aos processos, eles levam anos para se resolver. Tente negociar uma diminuição de 25 a 30%, essa é a negociação razoável atual do mercado. Negocie para os próximos 6 meses, e quem sabe apenas pagando as taxas, como condomínio, por exemplo.

Sobre o contrato de softwares e ferramentas: Não pense que mudar de uma plataforma para outra mais em conta, irá resolver todos os seus problemas. Por vezes, seu problema pode piorar. Pare para pensar no custo de migração, no aprendizado dos seus colaboradores, no atraso dos planejamentos, e na possível redução de qualidades dos seus serviços. 

Ouço muito essa pergunta: Zé, entre pagar juros de cartão de crédito ou fazer empréstimos, o que eu faço? Eu digo: Opte pelos empréstimos. Juros de cartão de crédito não valem a pena pagar. Saiba que você pode solicitar a postergação no vencimento de parcelas de financiamentos de empréstimos entre 60 a 90 dias. Diversos Bancos já receberam 2 milhões de pedidos de renegociação. Veja como solicitar

Consulte a prefeitura da sua cidade. Na cidade de Tubarão/SC, por exemplo, foi baixado o decreto prorrogando o prazo de alvará de funcionamento, ISS, e coleta de lixo. 

Renegocie os objetos contratuais para os serviços prestados. Se no contrato está com serviço X, mas no momento de crise, o seu cliente precisa que você faça o serviço Y, faça o Y. Converse e adapte-se, faça a renegociação contratual. Nessa parte você também pode tentar reduzir tributos sobre aquilo que você oferece. Informe-se.

Importante: jamais faça negociações boca a boca ou pelo Whatsapp. Faça preferencialmente por e-mail, pois eles possuem validade jurídica. 

O contador é seu aliado em todas essas negociações para a redução de custos.

Quando o assunto for demissões…

Sua última opção são as demissões. Pense no custo de demitir alguém, por vezes não é uma decisão que vale a pena. Pense no tempo de aprendizado de uma pessoa nova, na baixa de produtividade de uma pessoa para ensinar a outra.

Nesse momento delicado, você precisa de uma equipe que entende do seu cliente, uma equipe motivada, que esteja disposta a vestir a camisa e entregar muito mais do que já entrega. 

Então, reduza os custos que você puder reduzir, como: aluguel, softwares, contratos de clientes, fornecedores, tributos, etc. Demissões são em último caso, quando você não tem mais saída. Portanto, não se desespere, reveja sua redução de custos com calma.

Trabalhe suas Relações

Vá além de contratos, converse, trabalhe suas relações. Soube de um caso, em que foi possível paralisar o pagamento do aluguel de uma sala, por 90 dias. O valor desse período foi parcelado e somado nas futuras mensalidades. Parece bom? 

Mas poderia ser melhor. Durante esses 90 dias, muito provavelmente você não se recupere como gostaria, e possivelmente pagar 1 aluguel e meio ficará pesado. Como já falei anteriormente, tente trabalhar essas negociações para os próximos 6 meses. Tudo vai depender da relação que você tem com as pessoas.

Combinado não sai caro.

Organize seu financeiro já 

Em momentos de crise como esse, organize seu financeiro já. Você não contrata, você corta custos e tenta reter ao máximo os seus clientes e a sua equipe. Um erro: não ache que só você está fazendo isso. Portanto diferencie e qualifique ainda mais os seus serviços. E tenha sempre aquela reserva.

Última coisa, não menos importante: não esqueça de declarar o seu imposto. Se você ainda não o fez, faça isso hoje, se possível agora, depois de ler esse conteúdo.

Dúvidas? Me pergunte. Estou disposto a ajudar.

“Se quéix, quéix, se não quéix, diz”

Abraço,

Assine nossa newsletter semanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

gestão de agências gestão de agências

10 Grandes desafios na gestão de agências

Gestão

Indicadores de vendas Indicadores de vendas

A importância dos indicadores de vendas

Vendas

semana de marketing e vendas para construção civil semana de marketing e vendas para construção civil

Semana de Marketing e Vendas para Construção Civil

Eventos

Case Agência Control F5 Case Agência Control F5

Case Agência Control F5 -Lançamento do curso de marketing digital da ECA – USP.

Histórias de Sucesso

Anúncio
Conectar
Assine nossa newsletter semanal