Conecte-se com a gente

Desenvolvimento de Sites

5 dicas para ter um site seguro

site seguro

Um vazamento de dados pode ter sérias conseqüências para as empresas: menor rotatividade, deterioração da reputação ou até ações civis. Então como ter um site seguro?

Muitas empresas, incluindo lojas online, se beneficiam da confiança de muitos clientes que fornecem dados pessoais e detalhes bancários. Esses dados devem ser protegidos porque os ataques cibernéticos no comércio online são um problema diário.

Além disso, o GDPR impõe um dever de cuidado aos operadores do site: dados confidenciais do usuário devem ser protegidos de maneira satisfatória. Além das verificações regulares de segurança em seu site, as empresas podem usar medidas de segurança adicionais.

Como manter um site seguro?

1 – Faça backups regulares

Se o hacker obteve acesso aos seus dados, apesar de suas tentativas de prevenção, isso pode causar danos consideráveis.

Frequentemente, não se trata apenas de espionagem ou abuso de dados, mas também de substituição ou exclusão total de bancos de dados inteiros por hackers, a fim de apagar seus rastros.

Um backup regular de todos os dados é uma necessidade para qualquer negócio. Para esse tipo de precaução, também existem ferramentas: existem plugins diferentes para WordPress e outros CMS também podem ser equipados com extensões apropriadas para facilitar o backup de todo o site.

Se você trabalha sem o CMS, pode fazer backup manualmente do conteúdo do servidor externamente.

2 – Certificado HTTPS e SSL

O HTTPS garante a transmissão segura de dados confidenciais. Usando SSL, a troca de dados entre o servidor e o cliente é criptografada. Dessa maneira, os hackers não podem interceptar nem ler esses dados.

Este certificado pode ser obtido através de diferentes sites. Muitos hosts da web oferecem esse certificado como parte de um pacote de hospedagem ou por uma taxa adicional.

Outra vantagem é que o usuário reconhece um site seguro pelo símbolo do cadeado verde na barra de URL do seu navegador. O último também inclui a menção HTTPS, uma variante segura do protocolo http. Isso naturalmente induz a confiança no usuário.

3 – Suas senhas

Criar um site seguro depende, acima de tudo, da sua atitude em relação à segurança em geral. Você conhece a força da senha do seu site? Você o usa em outros sites, aplicativos, ferramentas? Quando você mudou?

Existem muitas listas de senhas roubadas online. Se a senha usada estiver em uma dessas listas, é apenas uma questão de tempo até que o site seja comprometido.

O conselho para ter uma senha segura:

  • Use uma senha exclusiva. Cada senha que você usa deve ser exclusiva. Se você não tiver memória suficiente para lembrar todas as suas senhas, o uso de um gerenciador de senhas poderá ser útil.
  • Use uma senha longa. Uma senha segura tem no mínimo 10 a 12 caracteres. Quanto maior a sua senha, maior e mais difícil será a quebra de um programa.
  • Use uma senha aleatória. Programas que podem quebrar senhas podem adivinhar milhões de senhas em minutos se contiverem palavras encontradas online ou em dicionários. Se sua senha contém palavras reais, não é aleatória. Se você pode ler sua senha facilmente, significa que não é forte o suficiente. Mesmo se você usar a substituição de caracteres (por exemplo, substituindo a letra O pelo número 0), isso não será suficiente.

4 – Cuidado com as extensões

Aqui estão os pontos que você deve observar com atenção ao procurar uma extensão para instalar:

Data das últimas atualizações. Se a última atualização da extensão remonta há vários anos, podemos considerar que o desenvolvedor não a mantém mais.

Então, use extensões que são atualizadas regularmente, pois isso indica que o autor poderá sugerir uma possível correção se um problema de segurança for descoberto. Além disso, uma extensão que não é mais suportada pode se tornar uma fonte de conflitos com as versões mais recentes do CMS.

Veja a idade e reputação da extensão. Uma extensão oferecida por um desenvolvedor de renome e que foi instalada muitas vezes sempre será mais credível do que uma extensão recente de um autor quase desconhecido.

Os desenvolvedores experientes não apenas têm uma percepção muito melhor dos problemas de segurança, mas também estão mais atentos à sua reputação, oferecendo extensões livres de vulnerabilidades.

Tenha cuidado com as origens e rastreabilidade. As extensões oferecidas em sites ou fóruns não são brindes porque são presentes envenenados. Existem muitos casos de sites infectados com esse tipo de extensão de roubo.

5 – Use plugins de segurança

O WordPress (WP) é a plataforma de site mais usada. Além de atualizar todo o software, é crucial que um site WordPress use plugins de segurança e garanta a máxima segurança. Existem muitos plugins de segurança, gratuitos e pagos, para manter seu site seguro.

Esses plugins oferecem recursos adicionais para tornar seu site WordPress seguro e reduzem o risco de invasão.

Mantendo seu site seguro

Se você aplicar essas dicas relativamente simples, aumentará significativamente o nível de segurança do seu site. Embora essas etapas não sejam suficientes para garantir que seu site nunca seja invadido, segui-las interrompe a grande maioria dos ataques automatizados, o que já reduzirá sua exposição a riscos.

Assine nossa newsletter semanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

funil de vendas em y funil de vendas em y

Funil em Y para agências digitais

Agência digital

piramide chet holmes piramide chet holmes

Pirâmide de Chet Holmes e o time comercial: entenda a conexão entre eles

Vendas

faturamento mensal faturamento mensal

Saiba como a Agência Dom ajudou a aumentar em 45% o faturamento mensal da Globalseg

Agência digital

gestão ágil e do tempo em agências gestão ágil e do tempo em agências

Gestão ágil e do tempo aplicada em agências

Agência digital

Anúncio
Conectar
Assine nossa newsletter semanal