Conecte-se com a gente

Marketing

Unbound marketing: combine inbound e outbound nas redes sociais

Unbound marketing: combine inbound e outbound nas redes sociais

Mais um conceito? Não exatamente. Conheça o unbound marketing e veja como essa metodologia usa inbound e outbound para impactar o cliente nas redes sociais.

O unbound marketing vem sendo considerado a estratégia mais eficiente para construir marcas e vender mais usando as mídias digitais. Isso porque o conceito explora todo o potencial das redes sociais como a atividade online mais popular do mundo.

Esse movimento desafia a ideia de que as descobertas feitas pelos usuários no ambiente digital têm como ponto de partida predominante a busca orgânica. Não é à toa que o Facebook e o Google estão no páreo dos sites mais acessados do mundo.

Neste post, você vai aprender o que é e por que a metodologia unbound extrai o melhor de várias estratégias de marketing digital. Confira!

O que é e como surgiu o conceito de unbound marketing

Não se trata necessariamente de uma metodologia totalmente nova. O unbound marketing é uma abordagem que combina ações de inbound e outbound.

O conceito procura reconhecer o valor de cada um desses processos, apostando nas redes sociais como o palco das ações de engajamento da audiência.

A premissa é que, cada vez mais conectados ao Facebook, Instagram e Twitter, é nestes ambientes que os usuários estabelecem o primeiro contato com as marcas.

Qual a diferença entre outbound, inbound e unbound marketing

Existem muitas discussões acerca da efetividade dos métodos de inbound e outbound marketing. A realidade é que diferentes marcas, soluções e públicos exigem diferentes abordagens. Portanto, é necessário distinguir as peculiaridades de cada uma:

  • Outbound marketing: trata-se das técnicas tradicionais de propaganda ativa, que são veiculadas em meios offline (como a televisão e o rádio) e também online, por meio de mídia paga. No outbound, é a marca que vai até o consumidor.
  • Inbound marketing: são táticas que se baseiam na atração de uma audiência segmentada e qualificada que, aos poucos, vai sendo apresentada a produtos ou serviços. Ao contrário do outbound, é o consumidor que vai até a marca.
  • Unbound marketing: como citamos anteriormente, o unbound acredita no poder do inbound e do outbound que, associados, elevam os resultados. O cenário ideal para isso são as redes sociais.

Em seguida, você entende por que as redes sociais são protagonistas do unbound.

Por que é preciso aproveitar as redes sociais estrategicamente

O unbound marketing se baseia em um conceito conhecido como mídia onlife. Seu princípio remete à transformação do comportamento do consumidor digital, que está cada vez mais conectado a dispositivos móveis e plataformas sociais.

Agora, não são mais as marcas que estão no controle: são os clientes que escolhem o que, como e quando consumir. Chegamos, então, ao X da questão: como atrair e impactar esses novos consumidores se eles não querem?

A verdade é que eles querem, sim, mas não da forma tradicional. A mídia onlife, online e offline se juntam para compreender cada passo da jornada do cliente e encontrar maneiras de impactá-lo naturalmente, usando as mídias e dispositivos certos.

Ao estudar a relação entre a mídia onlife e a jornada proposta pelo Google, a mLabs, plataforma SaaS de redes sociais, propôs um modelo de aplicação do unbound.

Como o modelo proposto pela mLabs desafia o conceito ZMOT

Em 2011, o Google promoveu um estudo que identificou uma significativa mudança de paradigma no comportamento de compra do consumidor.

O Momento Zero da Verdade (ZMOT) mostrava que, entre receber um estímulo e tomar a decisão de compra sobre um produto, o cliente percorre um longo caminho.

Unbound marketing: combine inbound e outbound nas redes sociais

A metodologia criada pelo Rafael Kiso, fundador da mLabs, se apropria desse esquema para criar estratégias de inbound, outbound e unbound marketing para o ZMOT e os diversos outros momentos da verdade. Com isso, o objetivo é conduzir o consumidor ativamente em 4 etapas da sua jornada de compra:

  1. outbound marketing para que a marca entre no radar do consumidor, estimulando-o com Facebook, Instagram e YouTube Ads, por exemplo;
  2. inbound marketing para que, uma vez estimulado, o usuário decida fazer uma busca ativa e, assim, encontrar conteúdo em sites e blogs;
  3. inbound e outbound marketing para construir o relacionamento com o lead por meio de fluxos de nutrição e, ao mesmo tempo, mídia paga nas redes sociais;
  4. unbound marketing para que, já clientes, eles sejam estimulados a compartilhar suas experiências com a marca, também com mídia orgânica e paga.

O fluxo do Google ganha, então, uma nova roupagem, ficando assim:

Unbound marketing: combine inbound e outbound nas redes sociais

Agora que você já sabe da teoria, vamos à prática!

Quais são os 5 passos de ativação do unbound marketing

O framework do unbound marketing é dividido em 5 etapas. Abaixo, você conhece cada uma delas e entende quais são as melhores estratégias para ativá-las.

1. Estímulo

Quando a sua marca já estiver ciente de quem é a sua persona, como é a sua jornada de compra e qual é a experiência proposta pelo seu produto ou serviço, o primeiro passo é ser visto. Para isso, use mídia paga com o objetivo de alcance.

2. Descoberta

Nesta fase, o objetivo ainda deve ser alcance, mas o usuário já foi estimulado e está disposto a pesquisar a respeito da sua oferta. Com isso em mente, desenvolva estratégias de mídia orgânica (conteúdo) e paga (anúncio).

3. Ação

Agora chegamos ao momento em que o usuário é levado a uma ação de conversão. Isso pode acontecer desde o preenchimento de um formulário para baixar um e-book até a compra da sua solução.

4. Experiência própria

Depois de convertido, o cliente precisa ser engajado — e esse deve ser o seu objetivo nesta etapa. Ao se sentir satisfeito e perceber que o produto ou serviço atende às suas expectativas, o cliente ficará com uma excelente impressão da marca.

5. Experiência compartilhada

Na última etapa, a sua marca deve aproveitar a impressão positiva deixada para estimular o consumidor a compartilhar a sua experiência com o seu capital social nas redes sociais. Isso pode ser feito tanto de forma gratuita quanto usando mídia paga.

Como vimos, se você já desenvolve estratégias de inbound e outbound e mantém um conhecimento profundo da sua audiência, fica muito mais fácil reestruturá-las para começar a aplicar a metodologia unbound marketing no seu negócio. O importante é que, chegando à quinta etapa, você tenha táticas devidamente preparadas para que seus clientes tornem-se promotores da sua marca. Descubra como fazer isso por meio do marketing de referência!

Assine nossa newsletter semanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y

Aumente a geração de leads com o funil de vendas em Y

Ferramentas digitais

O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos

O que é e como construir um brand loyalty de sucesso em 7 passos

Marketing

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Marketing

Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas

Como fazer um webinar: da ideia à execução em 4 etapas

Ferramentas digitais

Anúncio
Conectar
Assine nossa newsletter semanal