Conecte-se com a gente

Marketing

Por que incluir o video marketing na sua estratégia digital?

Por que incluir o video marketing na sua estratégia digital?

Trouxemos números que mostram como o video marketing está mudando a forma como as marcas se relacionam com o consumidor!

Os vídeos sempre foram importantes para as marcas. Porém, com a ascensão do YouTube como o segundo site mais acessado do mundo depois do Google, o foco mudou. Hoje, sua estratégia de video marketing deve se adaptar a diversos canais.

Não é por acaso que vemos o Facebook e o Instagram desenvolverem suas próprias plataformas de vídeo para atrair espectadores. De fácil acesso e consumo, o formato se tornou obrigatório para empresas e agências que queiram se destacar.

Acompanhe nosso artigo para entender por que, no digital, o video marketing vai muito além do velho e ultrapassado institucional!

Vídeos como estratégia de marketing digital

Uma imagem vale mais que mil palavras, um minuto de vídeo vale 1,8 milhão de palavras, segundo a Forrester Research.

Por serem mais atraentes que o texto escrito, conteúdos audiovisuais permitem reunir linguagens que otimizam o engajamento.

Isso quer dizer que o conteúdo em formato escrito está fadado ao fracasso? Se ele for puramente textual, sim. O video marketing deve ser mesclado com estratégias digitais de modo a melhorar o apelo visual das ofertas de conteúdo.

A inclusão de vídeos em landing pages, por exemplo, podem aumentar as taxas de conversão em até 80%. Veja onde mais eles fazem a diferença!

Tráfego orgânico

O video marketing tem um grande potencial para a geração de leads. Em 2020, os vídeos online representarão mais de 80% de todo o tráfego da internet.

Brand awareness

Vídeos são excelentes para estratégias de reconhecimento de marca. Já que 80% dos usuários costumam se lembrar de um anúncio em vídeo.

Aumento de vendas

As marcas que usam o video marketing no planejamento de vendas aumentam sua receita anual 49% mais rápido do que as que não o usam.

Retorno sobre investimento

Empresas e agências que incluem o marketing em vídeo na estratégia digital melhoram seu ROI anual ao converter 66% mais leads qualificados.

Tendências de video marketing para os próximos anos

O conteúdo em vídeo se tornou uma das maiores tendências de marketing digital em todo o mundo. Conheça 5 estatísticas das grandes plataformas que oferecem recursos de video marketing para as marcas conversarem com seus consumidores.

  1. No Google, 50% dos usuários procuram vídeos de produto ou serviço antes de visitar uma loja.
  2. No YouTube, pesquisas baseadas em how to — “como fazer” — crescem mais de 70% ao ano.
  3. No Twitter, 82% dos usuários assistem a conteúdos em vídeo.
  4. No Instagram, anúncios em vídeo têm três vezes mais engajamento do que anúncios em foto.
  5. No Facebook, 100 milhões de horas de vídeo são assistidas todos os dias, fazendo com que a plataforma esteja alcançando o YouTube, como você observa no gráfico da HubSpot abaixo.
Por que incluir o video marketing na sua estratégia digital?

Principais tipos de vídeo que mais convertem

Com jornadas de compra imprevisíveis, a estratégia de video marketing pode — e deve — ser implementada em todas as fases do funil de de vendas. Acompanhe os números dos principais tipos de vídeo com maior poder de conversão!

Snack Ads

Já mostramos aqui no blog que quanto maior a extensão dos vídeos, menor a atenção da audiência. Neste caso, os snack ads, vídeos de curtíssima duração, são o formato mais adequado. No YouTube, considerada a melhor plataforma para snack ads, os usuários visualizam mais de 500 milhões de horas de vídeo por dia.

Se você tem pouco orçamento e quer humanizar seu atendimento, por exemplo, produza vídeos de 5 segundos que atinjam sua persona em cheio.

Anúncios em vídeo

Ainda que o período de atenção diminua conforme a duração, os vídeos online são a alternativa para a baixa segmentação da televisão. Em comparação com outros formatos tradicionais de anúncio em mídia paga, os anúncios em vídeo têm uma taxa de cliques média de 1,84% — a mais alta de todos os formatos digitais.

Anunciar em video marketing também é uma ótima estratégia para o mobile, já que 51% de todas as reproduções de vídeos vêm de dispositivos móveis.

Demonstração de produto

Uma das grandes características do comportamento do consumidor digital é sua curiosidade. Antes de comprar, ele quer ver, na prática, como funciona o seu produto, para que serve e qual a melhor utilização. Fornecer conteúdos que testam produtos e exploram atributos tornou-se obrigação para as marcas.

Dados da Adobe mostram que consumidores que assistem a vídeos demonstrativos têm 1,81 mais chances de fazer uma compra.

Estudos de caso

Ideais para fundo de funil, os vídeos que apresentam estudos de caso podem ser produzidos desde o formato de entrevista até a resenha de um influenciador digital. De acordo com a Forbes, 65% dos compradores B2B acessaram o site e 39% telefonaram para o fornecedor após assistir a vídeos como esses.

Se sua empresa ou agência está disposta a associar sua marca a um digital influencer, conheça os critérios para escolhê-lo.

Conteúdo educativo

Lembra do que falamos sobre conteúdos estritamente escritos? Você precisa começar a combiná-los com vídeos! Eles podem ser usados tanto internamente, como é o caso dos treinamentos empresariais, quanto no seu blog, para explicar melhor um conceito ou trazer um especialista para falar melhor sobre o assunto.

Moz afirma que blogposts que incorporam vídeos geram três vezes mais acessos do que blog posts apenas textuais. A seguir, a HubSpot também mostra o poder do video na educação da audiência:

Métricas essenciais para o sucesso de um vídeo

Na hora de definir métricas para mensurar os resultados da sua estratégia de video marketing, alguns KPIs devem ser priorizados. Entre eles, estão:

  • Taxa de reprodução: divida o número de impressões pela porcentagem de reproduções para avaliar a relevância do vídeo para seu público.
  • Taxa de conclusão: divida o número de reproduções completas pela taxa de cliques para avaliar a relevância do seu conteúdo em vídeo.
  • Taxa de rejeição: compare a taxa de rejeição e permanência na página antes e depois de adicionar um vídeo para testar a interação com o conteúdo.

Mensurar os resultados é fundamental não apenas para o video marketing, mas para todas as suas estratégias digitais. Baixe nosso e-book e descubra agora mesmo como acompanhar suas métricas de marketing!

Assine nossa newsletter semanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Otimização de conteúdo: 8 hacks para subir de posição no Google

Marketing

Planejamento estratégico: como as empresas modernas estão fazendo Planejamento estratégico: como as empresas modernas estão fazendo

Planejamento estratégico: como as empresas modernas estão fazendo

Gestão

Como definir metas de vendas para a sua equipe comercial?

Vendas

SÉRIE EMPREENDEDORES DIGITAIS: Katsuki Aceleradora de Negócios

Prestadores de serviços digitais

Anúncio
Conectar
Assine nossa newsletter semanal